22 dezembro 2011

Avaliação Quantitativa do 13º FECEF

Compartilhamos com os amigos e irmãos o resultado da pesquisa quantitativa realizada junto aos participantes do 13º FECEF.































16 dezembro 2011

Reencontros...


Um FECEF maduro, que se renova a cada edição.

Que se recria e cria, que se reinventa e inventa.

Essa é a sensação deste FECEF.

Rever velhas caras (um pouco mais velhas) mescladas com caras novas.

Rever o artista espírita buscando compreender e vivenciar as oportunidades que a arte espírita oferece.

É um FECEF com seus estudos reflexivos, com suas oficinas criativas e com o seu festival da canção que marcou gerações e marca até hoje.

É um marco!

É inesquecível.

Está escrito na história da arte espírita brasileira.

O FECEF polariza idéias, influencia artistas, movimenta energias.

Ouvir canções, trocar experiências, debater temas importantes e vivencias plenamente a arte espírita.

A impressão digital deste 13º FECEF já marcou de forma positiva o nosso ser.

Está em nós, em nossa memória, onde nada apaga.

O FECEF não para, nem quando nós paramos para dormir.

Reencontramos-nos e nos reencontraremos muito mais ainda a cada dia... a cada FECEF.


Marcilio Dias Lopes – 14/11/2011 às 00H40

14 dezembro 2011

BRINCANDO DE GUARDAR



O que você guarda?
Você guarda para você ou para alguém?
Guarda tesouros secretos?
Um grande amor?
A caixa de e-mail lotada?
Dinheiro sob o colchão?
Canções?
Relíquias?
Momentos especiais?
Agenda?
Melhores fotografias?

Existo, logo guardo o que sou...
Minhas experiências...
Minha identidade.

KIKA (SP)

12 dezembro 2011

FESTIVAL DA CANÇÃO

Na noite de sábado, 13 de novembro, fomos envoltos com muita energia e alegria com a realização do nosso FESTIVAL, onde pudemos apreciar e conhecer o trabalho de vários músicos e amigos.

A preparação tanto do espaço quanto dos participantes começou logo de manhã, com os ajustes dos equipamentos e passagem de som. A expectativa era grande e com o passar do dia a ansiedade dos músicos ficava cada vez mais aparente, não só deles, mas também dos demais participantes e organizadores, os quais estavam curiosos para conhecer as novas jóias que seriam apresentadas nesse nosso 13º FECEF.

Às 20h30 as luzes se pagaram... As pernas bambearam... Os holofotes foram acesos... As batidas dos corações aceleraram... Alegria e ansiedade se misturaram em um sorriso tímido dos músicos, enquanto aguardavam o tão esperado momento de mostrar a todos ali presentes o seu trabalho, sua mensagem e seu amor pela música espírita. Histórias dos Festivais anteriores foram relembradas e a cada minuto o ambiente se tornava mais iluminado.

Com o início das apresentações os jurados precisaram ficar atentos aos mínimos detalhes de cada uma, para que pudessem ao final eleger os finalistas em cada categoria e classificação final. A platéia pode votar na sua favorita para eleger a música do Juri Popular, enquanto os jurados elegeram as finalistas com Melhor Intérprete, Melhor Letra e Melhor Arranjo.

Ao final das apresentações os jurados se reuniram para eleger os finalistas, e os músicos recorreram àquele que olha por todos nós, ampara, ilumina e acalma nossas mentes e corações, para vibrarem juntos ansiando serem finalistas. Um curto espaço de tempo entre o término das apresentações e a divulgação dos resultados, se tornou para eles uma espera longa e cheia de expectativas, e para os jurados, um curto espaço para escolhas tão tortuosas diante tantos trabalhos elaborados com muito amor e dedicação. Espera essa, que fica mais difícil a cada minuto, até que finalmente os resultados são entregues, e inicia-se assim a premiação, a qual foi entregue pelas mãos de outros artistas, muitos dos quais já estiveram do outro lado, com aquela inquietação e nervosismo que só quem participa sabe como é. A cada anúncio uma explosão de energia inunda o ginásio, e o resultado que pensavam que acalmariam seus corações caba por inquietá-los mais ainda, com a satisfação de estarem ali e terem sido escolhidos.

Na classificação final as músicas escolhidas foram:
1º Lugar: Olhai por nós – Grupo que Atua
2º Lugar: Atitude de Amor – Carla Rezende / Thaís Gerino
3º Lugar: Noite de Luz – Alexandre / Heloísa / Lívia

Nas categorias as músicas escolhidas foram:
Juri  Popular: Propósito de Amar – Cristiane Rogério / Luís Otávio / Homero Amaral
Melhor Arranjo: Jesus – Rômulo Vieira
Melhor Intérprete: Lívia Ribeiro – Noite de Luz
Melhor Letra: Perfeita Alegria – Érick Machado

Uma noite de luz, iluminada por pessoas que tiveram uma iniciativa de amor para com os demais e que usam a música para que além de divulgar o espiritismo e tocar corações, possam entrar em contato com Deus para pedir que ele continue a olhar por nós.



02 novembro 2011

Reflexões, emoção e criatividade nas oficinas do 13° Fecef

     Além dos estudos e apresentações, o 13° Fecef oferecerá aos seus mais de 400 participantes oficinas artísticas nas tardes dos dias 13 e 14 de novembro. As aulas práticas acontecerão das 13h30 às 16 horas nas salas do bloco ouro da Universidade de Franca com artistas de convidados. Serão nove diferentes temas ligados à música, retórica, teatro, animação, dança, desenho, poesia e tecnologia. Durante todo o evento cada pessoa poderá participar de até duas oficinas, escolhendo uma para o domingo e outra para segunda-feira. A divisão dos participantes por salas de interesse acontecerá no sábado a partir das 14 horas, durante o credenciamento dos inscritos. Crianças e adolescentes participarão de oficinas de circo, pintura, ritmo, contação de histórias, música e trabalhos manuais, além de jogos e brincadeiras pré-determinados segundo suas idades.
         Acompanhe abaixo os dados e sinopses das oficinas adultas e escolha as suas!

CONSTELAÇÕES MUSICAIS Alexandre Azuma - Curitiba/PR
Compartilhar emoções, experiências criativas, sintonias, através da expressão musical, seguindo os princípios norteadores do “menos é mais”, do respeito (dinâmica), da união (sincronia do andamento e do ritmo) e da harmonia (realização estética). Os participantes serão convidados a se expressar com seus próprios instrumentos, lembrando que este pode ser também a voz ou o próprio corpo.

RETÓRICA E PERCEPÇÃO SOCIAL Edmir Garcia - Bebedouro/SP
1 - Roteiro de uma Exposição
·         As partes do discurso
2 – Alguns tipos de Discurso
·         Discurso de Improviso
·         Como fazer uma saudação
·         Resposta a uma saudação
·         Diferentes objetivos de discurso
3 – Comunicação, Motivação e Sucesso
·         Pequenos segredos
4 – Dicas para quebrar a tensão inicial
5 – Como falar melhor
·         Dez regras de comunicação verbal
·         Exercícios de Voz/Dicção
6 – O que você precisa saber sobre o medo de falar em público
7 – A magia da voz
8 – Seis regras que farão você falar em público
9 – Observações aos Expositores Espíritas
10 – Decálogo do Expositor Espírita

A ARTE DESEJADA ≠ A ARTE REALIZADA Mauro Júnior - Franca/SP
A oficina A ARTE DESEJADA ≠ A ARTE REALIZADA, foi concebida para suscitar, instigar, provocar reflexão voltada para as obras artísticas com conteúdo espírita-espiritualista-transcendental. Levantar discussões sobre a concepção, o fazer, o resultado e a fruição do público. Utilizar como exemplo recente filmes produzidos no Brasil e que têm como alvo o público espírita (Chico Xavier – o filmeNosso LarAs Mães de Chico XavierE A Vida Continua..., O Filme dos Espíritos, O Livro), mas, principalmente, as obras artísticas que os próprios artistas que integrarem a oficina fizeram ou fazem, suas experiências. Ponto fundamental da oficina será a qualidade pretendida dessas obras. A diferença entre desejar-conceber-desenhar (teoria) uma obra até sua efetiva realização-materialização (prática). A tentativa de não se perder nos meandros do processo e de alcançar o que se pretendia com o projeto e como se valer de "achados" durante o processo de construção da obra.

SENSIBILIZAÇÃO ATRAVÉS DA CANÇÃO Paulo Rowlands - Goiânia/GO
Esta oficina é um momento onde todos cantam juntos, atentos à letra das canções, aos seus significados e convites subjetivos de suas nuances. Cada canção é um universo em particular, uma fonte de sentimentos e pensamentos, de belezas e descobertas, tudo à nossa disposição quando ouvimos ou cantamos uma canção. Nesta oficina mergulhamos nas canções, estimulando a sensibilidade ao plano espiritual por detrás de todas as coisas, abrindo canais à inspiração e expandindo nosso eu, juntos em coro, para todas as paisagens sonoras que o tempo de nosso encontro assim permitir.

ANIMAÇÃO COM AREIA Romulo Lopes Baldez - Rio de Janeiro/RJ
A oficina consiste em manipular areia fazendo desenhos em uma mesa de luz, estimulando a criação de narrativas visuais por parte do oficineiro. Esta experiência será filmada por uma câmera de vídeo e transmitida em tempo real a um aparelho de projeção, que projetará no telão o resultado obtido.

CONCEPÇÃO COREOGRÁFICA INTERATIVA Mariangela Damiani - Rio de Janeiro/RJ
Apresentar aos participantes uma nova proposta de trabalho no Movimento Espírita através de espetáculos de dança e música, entre outras linguagens artísticas, que podem ser livres ou estruturados de acordo com a vivência de cada um. Sua metodologia parte do princípio que a arte existe dentro de cada pessoa, precisando apenas ser estimulada e/ou direcionada dentro da proposta doutrinária

ESPIRITISMO E MEDIUNIDADE: EXERCITANDO O DESENHO Luis Marcio Arnaut de Toledo - São Paulo/SP
A arte mediúnica é pouco compreendida no movimento espírita. Precisa ser estudada com profundidade nos campos da mediunidade, da arte e da reforma íntima dos envolvidos. O movimento espírita tem aceitado práticas que não condizem com os preceitos espíritas, confundindo o que é realmente essencial na prática mediúnica, criando decepções, preconceitos e colocando à margem os médiuns. O estudo e a compreensão do tema levará a uma abertura maior sobre como podemos caminhar e crescer para uma prática mediúnica nas artes que privilegiam a virtude e a amplitude espiritual das pessoas com base na vivência do Evangelho, sem barreiras, preconceitos ou ignorância no que tange os conceitos básicos de arte e mediunidade.

POESIA E MÚSICA ESPÍRITA – PERDENDO O MEDO DE CRIAR E APRESENTAR Mauricio Keller - Goiânia/GO
Através de uma metodologia diretiva e vivencial a oficina propõe ferramentas básicas para a liberação da criatividade poética e musical, onde o participante consiga administrar melhor o medo de apresentar suas criações.

TRANSFORMAÇÃO SOCIAL: TECNOLOGIA E ARTE Nelson Navas - Londrina/PR
O mundo passa por grandes transformações que nem sempre temos clareza de como tudo isto ocorre. Seja por falta de tempo, pelas inúmeras atividades das quais somos responsáveis, seja pela pesada quantidade de informações que são expostas a todo tempo e com uma rapidez e diversidade brutal. A partir das quais são os caminhos a percorrer? Hoje ter foco, ter objetivos claros de vida, saber classificar o que é informação e formação de qualquer conteúdo que recebemos são fundamentais.
O mundo e os seus desafios
·         Ainda estamos em expiação e provas?
·         Estamos em busca de respostas ou de perguntas?
·         Produzir ou consumir arte, para quem?
·         Alternativas de atuação.
·         Desafios a serem superados.
Movimento Espírita
·         Realidade atual.
·         Papel da arte.
Estratégia: Para cada arte, uma arte
·         Estratégia / Arte: Midiática
·         Estratégia / Arte: Redes Sociais
·         Estratégia / Arte: Vídeo
·         Estratégia / Arte: Pintura
·         Definição da estratégia integrada

18 outubro 2011


Queridos amigos da Arte Espírita
Para você que já garantiu sua vaga neste FECEF segue abaixo algumas informações importantes.

Endereço da Universidade de Franca
Av. Dr Armando Salles de Oliveira, 201 Parque Universitário

Horário de credenciamento dos participantes
14:00h

1ª aprentação artística do dia será às
16:00h .  Imperdível !!!


Para quem ainda não fez a inscrição e quer participar conosco, aproveite o valor promocional até dia 30 de outubro. Por apenas R$120,00 você participará de estudos, oficinas, conferências, festival da canção, show especial com 3 bancas, mostra de teatro, dança, artes plásticas, sarau e muito mais...

Dúvidas? Envie seu e-mail para 13fecef@gmail.com

Abraço caloroso de toda a equipe organizadora do 13º FECEF.

Até breve!

09 setembro 2011

PROCESSO DE INSCRIÇÃO NOS ESTUDOS DO 13º FECEF

De forma resumida apresentamos aos interessados em participar do 13º FECEF a possibilidade de cooperar nos estudos que serão desenvolvidos, efetuando sua inscrição como COLABORADOR.


INSTRUÇÃO PARA COLABORADORES COM COMUNICAÇÃO

As comunicações são exposições orais de até 15 minutos que abrangem relatos de experiências ou resultados de pesquisa, obviamente vinculadas ao tema de cada sala de estudos. Se escolher esta opção envie anexo para o e-mail estudos@institutoarteevida.org.br contendo as seguintes informações:

• Tema/Título da Comunicação;
• Objetivos;
• Resumo de até 20 linhas;
• Referências Bibliográficas; e
• Contatos pessoais (nome, telefones, e-mail).

INSTRUÇÃO PARA COLABORADORES COM SENSIBILIZAÇÃO

Trata-se de contribuição que abarque alguma atividade de até 15 minutos com técnica pedagógica com objetivo claro e dentro do assunto da sala de estudos escolhida. Se escolher esta opção envie anexo para o e-mail estudos@institutoarteevida.org.br contendo as seguintes informações:

• Tema/Título da Sensibilização;
• Objetivos;
• Descrição de até 30 linhas; e
• Contatos pessoais (nome, telefones, e-mail).

O Prazo Máximo para encaminhar o resumo da comunicação ou sensibilização é 30 de setembro.

03 agosto 2011


Aumente as imagens com 2 clicks










Aumente as imagens com 2 clicks
Imagens ilustrativas - 12º FECEF

28 julho 2011

Excursão Cultural foi um sucesso!

Vejam algumas fotos da excursão cultural para o Musical Mamma Mia realizado no dia 09 de julho.
Cultura e muita diversão... e no final os lucros deste trabalho contribuirão para o FECEF.













Muito obrigado a todos que embarcaram conosco nessa Viagem Cultural. Até a próxima!
Shirley parabéns pelo trabalho e dedicação!

07 julho 2011

Inspirações Fecefianas

Paira sobre nós uma energia ímpar, de amor e de cumplicidade, trabalho e redenção.
Somos os novos apóstolos do Cristianismo e a arte é nossa língua de fogo a espalhar a boa nova.
FECEF de eternos encontros, reencontros, paz e celebração
Caminhos de aprendizados
Trajetória de transformações.
O diálogo artístico nos conduz ao fazer artístico e, no FECEF, ele nos remete à construção de ideais comuns.
Vamos nos reencontrar, buscar a íntima renovação
Pra quem vive arte, temos as marcas de um FECEF
Marcas que só o tempo constrói: a história, a união
Semeia a fraternidade com a sua arte e acalenta os corações aflitos.
Cante seu som
Escreva sua idéia
Pinte seus sonhos
Dance sua vida.
É importante que você esteja conosco nesse momento, para que juntos possamos começar uma mudança que se faz necessária no mundo.
É chegado o tempo de escrevermos mais um pedacinho dessa história.
Uma história que já começou...
Nosso reencontro já está marcado:
12 a 15 de novembro na Universidade de Franca.
Siga seu caminho e participe da construção de nossa história
Uma história com nome de FECEF...
com sabor de arte, com jeito de você...
Venha para compor...
Compor o quadro de artistas que querem além da arte,
somente e simplesmente,
a arte do amor...

Jovens e Crianças existe um espaço no FECEF criado para vocês. Participem!

Criados dentro do FECEF, o Fecefinho e o Fecef Teen tem como objetivo oferecer atividades específicas para crianças de 0 a 12 anos e para os jovens de 13 a 17 anos.
Durante o encontro serão oferecidas atividades que visam ampliar o conhecimento da Doutrina Espírita e sua relação com a ARTE, incidindo sobre a temática central do encontro: DIALOGOS COM ARTE: CULTURA MATERIAL E ESPIRITUALIDADE.
Devemos considerar que a arte hoje é consumida por todas as faixas etárias, portanto devemos estar atentos as intenções e ainda as conseqüências (reflexos) do fazer artístico. Compreendendo-a dessa forma, a arte poderá ser um estímulo de progresso e mudança para o espírito.
As reflexões sobre o papel transformador da arte e sua inegável capacidade de sensibilização nos levam a pensar em todas as possibilidades de trabalho.
O teatro, a música, a pintura, a dança, a poesia e as demais expressões artísticas são recursos que precisam ter uma finalidade útil para a educação do Espírito, transformando os sentimentos doentes em sentimentos amorosos, como a amizade, a solidariedade, a fraternidade, de forma a fortalecer novas bases na consciência do Espírito.
Pensando nisto e envoltos neste propósito, propomos um cardápio variado de oficinas artísticas e estudos, que atendam de forma pontual todas as crianças e adolescentes presentes no 13º FECEF.
Lançada a semente agora é hora de cultivar!
Para participar o responsável legal deverá fazer a inscrição no site WWW.institutoarteevida.org.br, recolher a taxa de acordo com a idade e preencher o termo de responsabilidade, entregando-o no primeiro dia do encontro.
Importante lembrar que as atividades para crianças de 0 a 7 anos acontecerão apenas no período diurno de acordo com a programação. Nos momentos de refeição, intervalos, e período noturno , os responsáveis pelos pequenos deverão estar com eles.

Mostra de Artes Plásticas Saiba como participar !












Regulamento


1 – Condições Gerais
Este instrumento tem como objetivo regulamentar a Mostra de Artes Plásticas do 13° FECEF a realizar-se no período de 12 a 14/11/2011 nos espaços determinados pela comissão organizadora do evento e direção da Universidade de Franca.
Esta mostra visa incentivar e valorizar o trabalho que vem sendo feito pelos artistas espíritas de todo o Brasil.

2 – Inscrições
2.1 – Cada participante poderá inscrever três obras no máximo. No ato da inscrição deverá preencher a ficha específica e declarar seu interesse, ou não, na venda das obras, informando o valor pretendido.
2.2 – As inscrições para a Mostra estarão abertas a partir do dia 12/07/2011 encerrando-se no dia 30/10/2011.
2.3 – Os trabalhos de Pintura em Tela, Pintura em Papel, Escultura e Arte Decorativa devem ser inéditos. Não podem ser cópias e deverão ter como medida máxima 1,00 x 1,00m (mais a moldura). O tema é livre.
2.4 – Todas as obras deverão ser identificadas, com os títulos presos a eles. Os artistas que usarem pessoas como modelos, deverão apresentar autorização das mesmas, de modo que não haja problemas de veiculação de uso da imagem.
2.5 – Poderão participar da mostra todos os participantes inscritos no FECEF, inclusive organizadores do evento.

3 - Entrega e retirada das obras
3.1 – As entregas das obras terão que ser efetuadas, impreterivelmente, no dia 12/11/2011 na recepção do evento. Caso a entrega for após as 18h, não garantimos a participação da obra no Vernissage que será realizada nesta mesma data após a abertura oficial do evento.
3.2 - As obras deverão ser retiradas no local onde foram entregues pelo autor no dia 15/11/2011 após o encerramento oficial do evento, quando o artista assinará o termo de recebimento do material.

4 – Disposições Gerais
4.1 – Todos os autores dos trabalhos apresentados receberão Certificado de Participação no evento.
4.2 – A responsabilidade dos organizadores do 13°FECEF pela integridade das obras se restringe ao tempo de permanência das mesmas em seu poder, ou seja, da entrega da obra na Universidade de Franca, ao encerramento da Mostra.
4.3 – As obras não retiradas, conforme explicita o item 3.2, serão recolhidas em depósito especial, sem qualquer responsabilidade dos organizadores do evento. Se não for retirado no prazo de 30 dias passarão a fazer parte do acervo de artes do Instituto Arte e Vida.
4.4 – A participação na Mostra de Artes pressupõe a plena aceitação do presente Regulamento, assim como a renúncia a qualquer reclamação.
4.5 – Os casos omissos serão resolvidos pela comissão organizadora.